top of page

Atividades discentes do NSEPP-UERJ: Extensão e Estágio Supervisionado

As atividades previstas para as alunas (estagiárias e extensionistas) do Núcleo foram pensadas em termos de quais contribuições o projeto oferece para a sua formação acadêmica e como que suas inserções podem auxiliar na consolidação das ações extensionistas em sentido amplo. Deste modo, prevemos a realização das seguintes ações: 1- leitura, apreensão e debate sobre as políticas públicas com as quais trabalharemos; 2- organização e socialização de material pedagógico e de registro técnico produzido a partir das atividades de campo; 3- participação e apoio na organização e condução das atividades relativas aos grupos de estudos, assessoria, supervisão e sistematização das experiências; 4- participação nas reuniões de equipe e nos espaços de socialização dos resultados e produtos das experiências sistematizadas.

Assim, identificamos que as atividades extensionistas devem favorecer: 1- O desenvolvimento de uma experiência formativa que possibilite aos alunos participantes compreenderem a função social da UERJ como universidade pública a partir da articulação entre a extensão, o ensino e a pesquisa; 2- A compreensão do significado político, teórico e profissional da produção de conhecimentos a partir da experiência acumulada pelos trabalhadores do campo das políticas públicas para uma efetiva garantia dos direitos sociais e da cidadania; 3- A apropriação e a participação no desenvolvimento de tecnologias e procedimentos de registro, comunicação e socialização do saber tácito dos trabalhadores, da população e dos movimentos sociais sobre as políticas públicas de educação, socioeducação, assistência social e habitação; 4- Uma formação cultural e acadêmica interdisciplinar a partir do convívio com diferentes profissionais que trabalham nas políticas públicas; 5- Interagir com a população usuária das políticas públicas a partir de atividades programadas com a preocupação de identificar, desvelar e ultrapassar os processos sociais e institucionais que produzem sua invisibilidade política e social.

Organização das atividades de estágio supervisionado

CH semanal: 15 horas

Primeiro período de estágio – Políticas sociais setoriais as quais o campo se vincula ou articula, formas de organização do trabalho institucional e atribuições e competências profissionais das/os assistentes sociais.

Segundo período de estágio – Análise das expressões da questão social no campo de estágio, caracterização da população e delimitação do objeto de intervenção.

Terceiro período de estágio – Elaboração de projetos de intervenção com preocupações investigativas e elaboração de indicadores de avaliação da intervenção.

Quarto período de estágio - Supervisão e sistematização da experiência de estágio, se possível, articulada ao TCC.

 

Atividades a serem realizadas ao longo do ano:

- Acompanhamento das atividades de assessoria, supervisão, consultoria e cursos ofertadas pelo NSEPP, envolvendo os momentos de definição das propostas com as equipes interessadas, desenvolvimento das ações, sistematização, avaliação e socialização.

- Elaboração de proposta de educação permanente a ser ofertada para estudantes da rede pública de ensino, para trabalhadores-estudantes do curso de serviço social da UERJ e trabalhadoras/es terceirizadas, concursadas/os ou contratadas/os da UERJ.

-Elaboração de diário de campo, relatórios e planos como parte da atividade de estágio supervisionado.

-Participação nas atividades semanais de supervisão e de estudo, planejamento e debates do NSEPP.

- Elaboração de relatório final de estágio sob supervisão do Coordenador do NSEPP.

-Participação na construção do plano de estágio com o supervisor de estágio e professor da disciplina de Estágio Supervisionado.

-Participação em atividades acadêmicas e culturais, mediante planejamento e supervisão dos coordenadores do NSEPP.

- Participação nos processos de elaboração de textos, livros, coletâneas e material pedagógico do NSEPP.

- Elaboração de relatórios finais de sistematização das experiências acompanhadas pelo NSEPP.

- Manter o currículo Lattes atualizado.   

 

Organização das atividades das bolsistas de extensão

CH. Semanal: 20 horas

 

Atividades a serem realizadas ao longo do ano:

- Acompanhamento das atividades de assessoria, supervisão, consultoria e cursos ofertadas pelo NSEPP, envolvendo os momentos de definição das propostas com as equipes interessadas, desenvolvimento das ações, sistematização, avaliação e socialização.

- Elaboração de proposta de educação permanente a ser ofertada para estudantes da rede pública de ensino, para trabalhadores-estudantes do curso de serviço social da UERJ e trabalhadoras/es terceirizadas, concursadas/os ou contratadas/os da UERJ.

-Elaboração de diário de campo, relatórios e planos como parte da atividade de extensão.

-Participação nas atividades semanais de estudo, planejamento e debates do NSEPP.

-Participação em atividades acadêmicas e culturais, mediante planejamento e supervisão dos coordenadores do NSEPP.

- Participação nos processos de elaboração de textos, livros, coletâneas e material pedagógico do NSEPP.

- Coordenar as ações de sistematização de experiências do NSEPP indicadas pelos coordenadores.

- Elaboração de relatórios finais de sistematização das experiências acompanhadas pelo NSEPP.

- Realização de atividades de levantamento de experiências, dados e referências bibliográficas.

- Realização de transcrição das atividades gravadas realizadas pelo NSEPP.

- Organização e atualização dos canais e meios de comunicação e socialização do NSEPP.

- Participação na UERJ Sem Muros.

-Elaboração de material de divulgação do NSEPP.

- Acompanhar e organizar registros e contatos com os participantes das atividades do NSEPP.

- Estabelecer contatos com o DEPEXT de acordo com as necessidades do NSEPP.  

- Organização do acervo do NSEPP.

- Manter o currículo Lattes atualizado.       

 

Organização das atividades das alunas extensionistas

CH: 10 horas

 

Atividades a serem realizadas ao longo do ano:

- Acompanhamento das atividades de assessoria, supervisão, consultoria e cursos ofertadas pelo NSEPP, envolvendo os momentos de definição das propostas com as equipes interessadas, desenvolvimento das ações, sistematização, avaliação e socialização.

- Participar da elaboração de proposta de educação permanente a ser ofertada para estudantes da rede pública de ensino, para trabalhadores-estudantes do curso de serviço social da UERJ e trabalhadoras/es terceirizadas, concursadas/os ou contratadas/os da UERJ.

-Elaboração de diário de campo, relatórios e planos como parte da atividade de extensão.

-Participação nas atividades semanais de estudo, planejamento e debates do NSEPP.

-Participação em atividades acadêmicas e culturais, mediante planejamento e supervisão dos coordenadores do NSEPP.

- Participação nos processos de elaboração de textos, livros, coletâneas e material pedagógico do NSEPP.

- Coordenar as ações de sistematização de experiências do NSEPP indicadas pelos coordenadores.

- Elaboração de relatórios finais de sistematização das experiências acompanhadas pelo NSEPP.

- Realização de atividades de levantamento de experiências, dados e referências bibliográficas.

- Realização de transcrição das atividades gravadas realizadas pelo NSEPP.

- Organização e atualização dos canais e meios de comunicação e socialização do NSEPP.

- Participação na UERJ Sem Muros.

-Elaboração de material de divulgação do NSEPP.

- Acompanhar e organizar registros e contatos com os participantes das atividades do NSEPP.

- Organização do acervo do NSEPP.   

- Manter o currículo Lattes atualizado.  

bottom of page